Especial Jordânia: Lucinho e voluntários são “acusados” de evangelizar e precisam fugir às pressas

header-nunca-e-tarde51

No sexto episódio da série Especial Jordânia, o pastor Lucinho e os voluntários precisam fugir às pressas de uma escola de meninas onde entregariam presentes. Duas professoras dessa escola denunciam o grupo de brasileiros por supostamente estarem evangelizando no local. Lucinho conta que um pastor jordaniano mandou todos fugirem da região.

 • Clique aqui para assistir a mais episódios do Especial Jordânia

Também neste episódio, o pastor Lucinho conhece a história de um homem – que não preferiu não se identificar – que fugiu da Síria após se converter ao cristianismo. Esse homem trabalhava como imã (líder de mesquita) na Síria quando decidiu entregar a vida para Jesus.

O pastor Lucinho também conversa com a jovem Ema, que saiu de um país oriental onde era perseguida. Ema conta que foi para a Jordânia para ser missionária e ajudar os cristãos perseguidos, pois entende como é passar por essa situação.

Lucinho também mostra o drama que a única igreja na cidade de Marka enfrenta: ela é monitorada 24 horas por dia pela Irmandade Muçulmana. Os pastores sofrem com o preconceito e o risco de violência é presente em todo tempo.

Confira:

Fonte:: Lagoinha / Portal Árvore da Vida

Anúncios

Publicado em 24 de setembro de 2015, em Estudo, evangelho, evangelismo, Gospel, perseguição, Pr. Lucinho Barreto, Rede Super, videos. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: